Quando você pesquisa uma passagem aqui no Viajala, muitas vezes vê entre os resultados empresas que usam milhas na comercialização de passagens, como a MaxMilhas e a 123milhas. Mas você sabe como essa comercialização de milhas funciona?
 
Se formos resumir, podemos dizer que essas agências funcionam como intermediários que trocam milhas de outras pessoas por uma passagem mais barata para você. Porém, esse tipo de serviço é relativamente novo e não é comum fora do Brasil, o que ainda gera muitas dúvidas dos usuários.
 
 
Por isso, fizemos um guia para ajudar você a entender como é essa nova forma de viajar.

Para começar, como funciona uma agência de viagem?

As agências de viagem vendem passagens, diárias de hotel e/ou pacotes para os viajantes, funcionando como intermediárias entre eles e os fornecedores do serviço. Essas vendas são feitas normalmente em boleto ou cartão de crédito - o usuário paga pela oferta da agência de viagem que, por sua vez, paga o fornecedor, ou seja, a companhia aérea que efetuará o voo e/ou o hotel que oferecerá a hospedagem.

Qual é a diferença dessas agências para uma agência de milhas?

Agências como MaxMilhas e 123milhas usam uma "moeda" diferente com o fornecedor do serviço: as milhas. Essas agências também funcionam como intermediárias na compra de passagens, mas elas intermediam a relação entre o viajante, que quer comprar uma passagem mais barata em dinheiro, e alguém que tenha milhas sobrando e não quer usá-las.
 
Assim, o viajante paga em dinheiro (via boleto ou cartão de crédito) para a agência, que compra uma passagem para esse viajante usando milhas e paga, por sua vez, o fornecedor - nesse caso, o dono das milhas. 
 

Então eu preciso ter milhas para comprar passagens com essas agências?

Não! Para comprar sua passagem, você estará usando as milhas de outra pessoa, que as disponibilizou para você. Em troca, você pagará, via boleto ou cartão de crédito, o preço estabelecido pelo uso dessas milhas, calculado com base em diversos fatores, como oferta e demanda, antecedência de compra, época do ano...

Por que as agências de milhas costumam ter preços mais baixos?

Porque o preço das passagens comercializadas através dessa "troca" não é o mesmo preço definido pelas companhias aéreas. Às vezes, uma passagem considerada cara para pagamento em dinheiro pode estar custando poucas milhas. Portanto, quem tem essas milhas sobrando poderá garantir essa passagem e trocá-la por um valor mais baixo. 

Qual é a diferença entre comprar o voo com dinheiro na companhia aérea e com milhas nessas agências?

Quase não há diferenás, mas vale ficar atento para o fato de que, mesmo que você esteja cadastrado em programas de milhagem das companhias aéreas, não receberá milhas pelos voos comprados com essas agências. Isso acontece devido a uma regra comum das companhias: passagens compradas com milhas não geram milhas para acumular. 

Como está a situação dessas agências durante a Pandemia do Coronavírus COVID-19?

Por enquanto, as agências estão mantendo as mesmas políticas de cancelamento e alteração sem custo aplicadas pelas companhias aéreas. Confira informações sobre as políticas de cada companhia aérea na nossa Central do Coronavírus.