Reza a lenda que a queda do meteoro que matou os dinossauros fomenta o turismo do México até hoje, 60 milhões de anos depois. Ao menos, é o que dizem alguns estudiosos, que acreditam que esse impacto, ocorrido na então submersa península de Yucatán, ajudou a criar um dos cenários mais bonitos da Riviera Maya: os cenotes.
 
Os cenotes são cavidades naturais, formações geológicas que conectam a superfície com águas subterrâneas, formando uma grande piscina clara e limpa. Por serem redutos de água potável, os cenotes atraíam os assentamentos maias - por isso, grandes cidades da antiguidade como Chichen Itza e Cobá foram construídas ao redor desses "tanques" naturais. Além de servir para abastecer a comunidade de água, eles também eram locais de sacrifícios humanos e animais.
 

O que saber antes de ir

Ao viajar para a Riviera Maya, é importante levar em conta alguns detalhes na programação, para fazer seu tempo render e conseguir visitar mais de um cenote no mesmo dia.
 
Esse passeio cabe em qualquer orçamento, é só escolher os cenotes certos - os preços das entradas partem de cerca de US$5,00 e podem até passar de US$100,00, dependendo da complexidade, do tamanho e da demanda do parque escolhido. Mesmo assim, vale saber que até os mais baratinhos são passeios inesquecíveis. 
 
A estrutura da cavidade pode ser fechada, como uma caverna, ou aberta, como uma lagoa. Se o dia estiver nublado, opte por visitar os fechados, já que a falta de sol não vai afetar a experiência. Deixe para conferir os cenotes abertos quando o tempo ajudar, deixando a água com lindos tons de azul e verde.
 
 
Um dos maiores problemas é que a grande maioria dos cenotes não aceita cartão de crédito nem de débito, apenas dinheiro, ou seja: é bom levar uma quantidade razoável de pesos mexicanos (ou dólares, que normalmente são aceitos) com você. Outra questão a ser levada em conta no roteiro é que vários cenotes fecham cedo, a partir das 16h, mesmo que o sol ainda esteja forte.
 
Pelas águas clarinhas e a quantidade de peixes coloridos, muita gente opta por fazer snorkeling dentro dos cenotes. Mas o aluguel desse equipamento é pago à parte e pode custar tanto quanto a própria entrada no local.
 
 
Para visitar mais de um cenote por dia, o melhor é alugar um carro (mas atenção: os postos de gasolina também não aceitam cartão de crédito ou débito, apenas dinheiro). No caso dos cenotes que ficam ao longo da Carretera 307 da Riviera Maya, que é a estrada que liga Cancún a Tulum, também é fácil pegar uma van (que custa de 20 a 60 pesos mexicanos, em média, dependendo da distância percorrida) e pedir que o motorista deixe você no cenote que quiser. Opções mais caras, como serviços de táxi ou excursões privadas, também estão disponíveis.
 
Confira abaixo um guia completo com os preços em dólar e algumas recomendações dos principais cenotes da região:

Cenote Dos Ojos

Estalactites, peixes e uma lagoa azul turquesa fazem desse um dos melhores cenotes da Riviera Maya.
Onde fica: região de Tulum
Quanto custa: o passeio completo, que passa por áreas de caverna bem estreitas, fica em torno de US$40,00, mas há uma opção mais simples, restrita a uma área aberta, por US$23,00.

Cenote Azul

Um dos mais fáceis e baratos de visitar. O cenote azul é bastante aberto e, por isso, é um dos que mais se beneficia dos dias de sol, que ressalta os tons da água e a visibilidade dentro dela. 
Onde fica: Puerto Venturas, próximo do Parque Kantun-Chi e do Cenote Cristalino
Quanto custa: US$5,00.

Gran Cenote

O espaço se divide em dois: um aberto e claro, e outro mais fechado, com cavernas. Nele, os peixes coloridos dividem espaço com as tartarugas - é bom levar uma lanterna à prova d'água para garantir mais visibilidade. 
Onde fica: região de Tulum
Quanto custa: US$10,00.

Cenote Cristalino

Pequeno, aberto e de fácil acesso, esse cenote é uma boa opção para quem viaja com crianças.
Onde fica: Puerto Venturas, próximo do Parque Kantun-Chi e do Cenote Azul
Quanto custa: US$7,00

Parque Kantun-Chi

Parque ecológico que mistura jardins cheios de macacos, guaxinins, pássaros e répteis com quatro cenotes abertos e fechados que podem ser explorados a pé, de caiaque ou com snorkeling.
Onde fica: Puerto Venturas, próximo do Cenote Cristalino e do Cenote Azul
Quanto custa: US$30,00

Parque Xel-Ha

Mais famoso parque da região, o Xel-Ha inclui na entrada passeios por jardins, trilhas, áreas preservadas, uma "caleta" (canal onde o rio se encontra com o colorido mar do Caribe) e dois cenotes. 
Onde fica: região de Tulum
Quanto custa: US$90,00. Para mergulhar de cilindro nos cenotes, há um custo extra de US$45,00, pago à parte.

Chaak Tun

Um dos mais próximos de Playa del Carmen, esse conjunto de dois cenotes interligados por grutas subterrâneas é visitado com guia devido à escuridão quase total dentro das cavernas.
Onde fica: região de Playa del Carmen
Quanto custa: US$30,00 - mas já inclui equipamentos de mergulho e até roupa de neoprene para os mais friorentos.