Não é difícil cansar da loucura de trânsito e fumaça de São Paulo. Mas, apesar do horizonte cinza e da imensidão de prédios infinitos, a cidade tem cantinhos verdes gratuitos e de fácil acesso que inspiram passeios tranquilos, leitura silenciosas ou até um piquenique animado entre amigos. Confira essas dicas e escolha onde quer descansar no próximo fim de semana.

Parque da Independência 



Dá para chegar lá de metrô e de ônibus, então, não tem desculpa para não ver esse marco histórico nacional. Infelizmente, o museu, uma bela construção de 1895, está fechado para obras até 2022, ano do bicentenário da Independência. Mas você pode apreciar (e de graça!) o parque de 161 mil metros quadrados, os imponentes jardins e o memorial do Grito da Independência de D. Pedro I, que aconteceu ali mesmo, às margens do riacho, naquele 7 de setembro de quase 200 anos atrás.
Avenida Nazareth, s/n - Ipiranga
Grátis
Todos os dias, das 5h às 20h.
 

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano 

Um belo parque de 75 mil hectares que nada mais é que o "jardim" da casa do engenheiro e empresário Oscar Americano, projetada em 1950. Oscar era também um colecionador de obras de arte e história do Brasil e doou todo seu acervo para São Paulo em 1974 junto com a casa e, é claro, o parque, com uma extensão verde que vai de Pau-Brasil a pé de café. Em vez de piquenique, aproveite um brunch completo ou chá da tarde no salão de chás do local! Alguns ônibus vão até lá e também há a opção de ir de trem, descendo na estação Berrini ou Vila Olímpia, completando o trajeto de táxi.
Av. Morumbi, 4077 - Morumbi
R$10,00 (grátis aos sábados)
De terça a domingo, das 10h às 17h30.
 

Templo Zu Lai 

Esse é para tirar um dia zen e curtir o silêncio. Inaugurado em 2003, o Zu Lai, em Cotia, foi o primeiro templo do Monastério Fo Guang Shan na América Latina e é considerado até hoje o maior templo budista da América do Sul. Além de lindo, conta com jardins e lagos perfeitos para quem busca uma sessão express de paz interior - aos domingos, você pode participar de sessões gratuitas de meditação. Para comer, há boas opções veganas na cafeteria e no refeitório. Está perto do metrô? Não. Mas existem opções de transporte público que deixam você na rodovia, a 20 minutos de caminhada do Templo; e, aos domingos, opções de transporte fretado, que custa R$15 (o valor inclui ida e volta). Também vale a pena dar uma conferida nas tarifas dos apps de transporte antes de decidir como ir! 
Estrada Municipal Fernando Nobre, 1461 - Parque Rincao, Cotia
Grátis
De terça a sexta, das 12h às 17h; e sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h.
 

Parque Buenos Aires

O menor, porém, mais aconchegante parque da lista: o Buenos Aires tem apenas 25 mil metros quadrados, mas apresenta belas esculturas em meio à natureza e é ótimo para caminhar, fazer um piquenique ou ler um livro. A grande atração fica por conta dos pets - há um divertido cercado para cães que fazem a festa e animam uma área do parque.  Em alguns fins de semana, o local recebe feiras bacanas de artesanato e comidinhas. 
Avenida Angélica, s/n - Higienópolis
Grátis
Todos os dias, das 6h às 19h.
 

Parque da Água Branca

Esse serve para fazer um passeio tranquilo, uma caminhada romântica ou umas comprinhas (na famosa feirinha de produtos orgânicos do parque), mas mais do que isso: para distrair a criançada. O local abriga um museu geológico, um aquário, parque de diversões, sala de leitura, brinquedoteca e pula-pula inflável, além de animais como tartarugas, pavões, galinhas e macaquinhos, que são vistos soltos por ali. (foto: Pedro Calado)
Avenida Francisco Matarazzo, 455 - Barra Funda
Grátis (museu e aquário podem ser pagos separadamente)
De terça a domingo, das 6h Às 22h.
 

Parque Trianon 

Apesar de passar despercebido por muita gente no dia a dia caótico e barulhento do coração da cidade, o Trianon tem como principal vantagem sua localização. É um respiro para quem está na Avenida Paulista, pois fica pertinho do metrô Trianon-Masp. O parque não é muito convidativo para piqueniques (as áreas de caminhada são calçadas), mas merece a visita pelos bonitos jardins e por esculturas de artistas importantes, como Victor Brecheret. 
Entrada pela rua Peixoto Gomide, 949 - Cerqueira Cesar
Grátis
Aberto todos os dias, das 6h às 18h.
 

Parque do Ibirapuera 

O parque urbano mais famoso de São Paulo dispensa apresentações, mas não podia estar fora da lista: com pista de caminhada, ciclovia, lagoas, museus, monumentos, venda de água de coco e muito verde, o Ibirapuera é um oásis de 158 hectares na Zona Sul de São Paulo. Como o espaço é gigante, é melhor dar uma olhada no mapinha para escolher o melhor portão de acesso antes de chegar lá, principalmente se você quiser encontrar algum ponto específico. Várias linhas de ônibus levam ao parque ou às avenidas próximas.
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n - Moema
Grátis (museus podem ser pagos separadamente)
Aberto todos os dias, das 5h às 00h.