Quem viaja para São Paulo sabe que não faltam opções de lazer para todos os gostos e idades. Selecionamos aqui os melhores passeios (e a maioria custa menos de R$50,00 por pessoa!) para reunir a família e divertir as crianças sem muitas preocupações.
 
Museus onde é permitido tocar e interagir com as obras, oficinas nas quais se pode idealizar e criar seu próprio brinquedo, restaurantes onde não precisa ficar necessariamente quietinho na mesa - tudo isso, você encontra aqui nessa lista. Tem opção para quem tem carro, para quem não tem, para quem gosta de natureza, de futebol, de ciências, de jogo de tabuleiro, de história em quadrinhos, de parque aquático e de rock'n'roll.

Rodízios diferentões e restaurantes temáticos:

 
Para quem curte quadrinhos, a Chácara da Turma da Mônica é um restaurante que tem um bosque frequentado pelo Jotalhão e pelo Rei Leonino, uma lagoa onde descansa a turma do Chico Bento, uma oficina onde o Cascão recicla sucata e a pequena cozinha onde as crianças aprendem a fazer receitas simples com a Magali. A recreação é gratuita. O buffet de almoço custa a partir de R$27,00 para crianças e R$41,00 para adultos. 
 
Na Ludus Luderia, a ideia é jogar, beber, comer e bater papo, tudo ao mesmo tempo. A casa tem mais de 900 jogos de tabuleiro disponíveis! A entrada custa em média R$30,00 e dá direito a jogar quantas partidas de quantos jogos quiser - e os monitores ficam à disposição para ajudar com as regras. Outros restaurantes, como o Brado, em Pinheiros, e a 1900 Pizzeria, em vários endereços, também ajudam a entreter os pequenos com giz de cera e desenhos para colorir.
 
Uma boa ideia é levar o almoço de família para algum rodízio inusitado. A Hamburgueria Artesanal fica na Mooca e criou um sistema que possibilita provar vários sabores sem (tanto) peso na consciência. Por R$49,90, o rodízio de mini-hambúrgueres é livre, sob demanda (o cliente escolhe quais lanches quer montar) e acompanhado de batata frita, polenta e bebida. Outra opção diferentona é indicada para a sobremesa: na Universo do Brigadeiro, no Jabaquara, o rodízio com os 25 sabores de brigadeiro da casa acontece todos os sábados. Custa R$39,90 por pessoa, mas crianças de seis a dez anos pagam apenas R$24,90.

Catavento Cultural

Uma das atrações mais baratas da lista, o Catavento Cultural, no Brás, é um passeio lindo (olha esse palácio, construído no comecinho do século XX!) que sai quase de graça: os ingressos custam R$3,00 e R$6,00 (aos sábados, a entrada é gratuita) e dão direito à visitação completa do museu. Divididas nas categorias Universo, Vida, Engenho e Sociedade, as seções do Catavento vão ensinando sobre astronomia, biomas da terra, corpo humano, física, química, mecânica, ecologia... e não tem essa de limitar a criança, não. Aqui, a ideia é explorar, interagir, brincar, encostar nas obras e aprender seu funcionamento. Mas chegue cedo, porque as atrações mais legais, como a Aventura no Sistema Solar, o Laboratório de Química e a Do macaco ao homem, têm vagas limitadas por senhas, distribuídas sempre às 9h e às 13h.

Parque da Independencia

 
Dá para deixar o carro na garagem e chegar lá de metrô e de ônibus, então, não tem desculpa para não ver esse marco histórico nacional. Infelizmente, o museu, uma bela construção de 1895, está fechado para obras até 2022, ano do bicentenário da Independência. Mas as crianças podem curtir o parque de 161 mil metros quadrados, andar de bicicleta, skate, patins, passear com o cachorro, fazer um piquenique e lembrar daquela aula de história sobre o Grito da Independência de D. Pedro I. Ele aconteceu ali mesmo, às margens do riacho, naquele 7 de setembro de quase 200 anos atrás.

Museu do Futebol

 
É o melhor programa para pais, mães, filhos e filhas que gostem do esporte. Dá para aprender sobre a história do futebol no Brasil, interagir com as obras, ouvir narrações de gols históricos, chutar um pênalti contra um goleiro virtual, jogar umas partidas de totó (ou pebolim) na saída e ainda conhecer o Estádio do Pacaembu por dentro. Além de ser central e de fácil acesso, é superbarato (os ingressos custam R$5 e R$10 e ainda é de graça aos sábados) e pode ser combinado com outros passeios na região, como uma visita ao Parque Buenos Aires, que fica ali pertinho, em Higienópolis. Esse parque aconchegante é ótimo para fazer um piquenique e se divertir com o cercado para cães, que fazem a festa e animam quem está caminhando por ali.

Wet'n Wild

 
Tudo bem, não é a mesma coisa que ir para Orlando, nos Estados Unidos, mas é uma boa pedida para as tardes mais quentes com a criançada. É para se esbaldar em tobogãs, quedas d'água, pula-pula inflável, rio lento, piscina de ondas, rafting em toboágua... O preço do ingresso varia de acordo com as promoções do mês. Em outubro, por exemplo, a entrada de crianças até dez anos fica por R$30,00 e o combo família, com dois adultos e duas crianças, R$199,00. O Wet'n Wild fica na Rodovia dos Bandeirantes e, por isso, é melhor acessá-lo de carro (ou próprio ou com apps de transporte, como Uber, Cabify e 99, com preço médio de R$130,00 o trecho). Empresas de turismo também oferecem o transporte, saindo de São Paulo, a partir de R$60,00 por pessoa, preço que inclui ida e volta. 

Sabina Escola Parque do Conhecimento

 
Já pensou em levar seus filhos no planetário mais moderno do país? Essa escola é como um museu de ciência, tecnologia, biologia, astronomia e geografia, tudo junto e misturado. Além do Planetário, a Sabina também tem oficinas, laboratórios, aquário marinho, pinguinário, serpentário... A entrada é baratinha - parte de R$10,00 por pessoa e vai até R$40,00, dependendo do tipo de ingresso e das atrações extras escolhidas. Como fica em Santo André, uma opção é ir de trem da CPTM (combinando com um táxi para finalizar o trajeto até lá). Também dá para ir usando app de transporte (a corrida custa em torno de R$50,00). É bom agendar a visita antes, para não perder a viagem.

Casa das Ideias

 
Essa é a nova moda infantil da Vila Madalena: uma oficina completa para as crianças, com ferramentas de verdade - e, obviamente, monitores qualificados orientando o tempo todo. A ideia é fazer com que os pequenos se sintam independentes, criadores de algo importante. Eles trabalham com diferentes materiais e inventam brincadeiras, criam jogos e projetam brinquedos que podem levar para casa. O local promove cursos de férias de janeiro e julho e faz sucesso sediando festinhas de aniversário, com bolo, doces, refrigerante e brinquedos criados pelos próprios convidados. Que tal?
 

Jardim Botânico

 
Um programa que dura o dia inteiro e permite fugir um pouco do caos sonoro e visual de São Paulo. São 143 hectares com tudo quanto é tipo de planta de vários lugares do mundo e algumas espécies ameaçadas de extinção. Os ingressos custam R$5,00 e R$10,00 e o local não aceita cartão. Esse passeio pode ser casado com o Zoológico (de R$13 a R$35) e com o Zoo Safari, antigo Simba Safari, um percurso de quatro quilômetros de carro que passa por vários animais pelo caminho. Eles ficam bem próximos ao jardim. Com veículo próprio, o ingresso custa de R$15 a R$32 por pessoa, mas também pode ser contratado um serviço de van para quem estiver a pé.

Girls Rock Camp

 
Bora empoderar as nossas meninas! Quem tem um talento feminino em casa não pode deixá-la de fora do Girls Rock Camp, acampamento musical de férias só para garotas que acontecem em Sorocaba desde 2013. Durante uma semana, garotas de 7 a 17 anos fazem amigas, aprendem a tocar instrumentos, compõem canções, montam bandas, encaram o palco e fazem até show ao vivo para amigos e familiares - tudo com uma pegada de brincadeira. A experiência faz com que elas se sintam entrosadas em grupo, mais fortalecidas, desenibidas e cheias de confiança e autoestima. Ah, e todas as aulas, oficinas e workshops são ministrados por instrutoras mulheres! O acampamento acontece sempre nas férias de verão e as inscrições, no ano anterior. A edição de 2018 já está encerrada, mas fique de olho no site para não perder as próximas. O curso completo custa R$250,00 e inclui todos os materiais.