Sonha em fazer a histórica viagem de trem para Morretes? Se você tem dúvidas sobre como funciona a viagem de trem mais famosa do Brasil, o preço do passeio e os horários, aproveite esse conteúdo com várias dicas testadas e aprovadas.

Quem viaja para Curitiba, no Paraná, já vai de olho na possibilidade de fazer um dos passeios de trem mais bonitos do país em uma Maria Fumaça histórica, operada pela Serra Verde Express.

O passeio de trem para Morretes, saindo da capital paranaense, corta a Serra do Mar em mais de 70 quilômetros de túneis, paredões de pedra, represas, montanhas, cachoeiras e até pontes tão estreitas que somem sob os vagões, que parecem flutuar no penhasco.

Para chegar em Curitiba, você pode voar com qualquer companhia aérea nacional: Azul, Gol ou Latam. Todas possuem voos regulares de capitais brasileiras para a capital paranaense.

Pegando o trem turístico de Curitiba para Morretes, além dessa imersão na natureza - mais da metade da Mata Atlântica que o Brasil ainda tem está concentrada nessa região -, o passageiro aproveita uma viagem pelo Brasil dos séculos XVIII e XIX. A ferrovia Paranaguá-Curitiba, por onde passa o trem, foi inaugurada em 1885 pela Princesa Isabel e Morretes, o destino, preserva muito da arquitetura de sua fundação, em 1733.

Como funciona o passeio de trem até Morretes?

O passeio Curitiba - Morretes funciona da seguinte forma: você compra a sua passagem online e escolhe a data da viagem. O trem sai de Curitiba de manhã e demora 4 horas para chegar em Morretes. Você almoça em Morretes (o almoço pode ou não estar incluso na viagem, depende do pacote adquirido) e pode tanto dormir lá (há boas opções de hospedagem) quanto retornar no mesmo dia, de van, ônibus (o trajeto dura em torno de 1h) ou pegando o trem de volta à 15h.

Passeio de trem Curitiba - Morretes: preço da Serra Verde Express em 2024

Quer saber quanto custa o passeio de trem de Morretes? O trem é operado pela Serra Verde Express e o ingresso do passeio de trem custa a partir de R$179 por pessoa (classe turística, preços atualizados de 2024), com acompanhamento de um guia em português e um pequeno kit de lanche e água.

Há classes mais luxuosas a partir de R$385, porém, a diferença entre os pacotes é muito pequena e o custo-benefício da classe turística é muito melhor.

Seja qual for a categoria escolhida, é recomendável comprar a passagem com antecedência. Como o trajeto de trem é longo, opte por comprar só um trecho nessa modalidade, seja a ida ou a volta, e fazer o outro trecho de ônibus, que é mais rápido e muito mais barato.

Quanto custa o pacote do passeio de trem até Morretes?

O pacote do passeio de trem para Morretes, que inclui a ida de trem e a volta de van, custa a partir de R$425 pela Serra Verde Express.

Qual o melhor dia para ir à Morretes?

O melhor é ir aos finais de semana, sábados, domingos ou feriados, na baixa temporada, quando não é tão lotado. Durante a semana, muitos estabelecimentos de Morretes não abrem.

Onde comprar a passagem de trem de Curitiba - Morretes? Quando tem promoção?

A passagem de trem pode ser comprada pela internet no site da Serra Verde Express ou com operadores de turismo. Não costuma haver promoções, mas a chance é maior na baixa temporada.

Viagem de trem para Morretes: horários

O trem Curitiba - Morretes tem saídas diárias da Estação Rodoferroviária de Curitiba na alta temporada (durante os meses de janeiro, fevereiro, julho e dezembro), sempre às 8h30. Na baixa temporada, de março a junho e de agosto a novembro, as saídas ocorrem no mesmo horário, mas podem não estar disponíveis todos os dias. O trem que retorna para a capital sai de Morretes sempre às 15h.

Dica: Qual é o melhor vagão do trem de Morretes?

Não há exatamente um vagão "melhor" para o passeio de trem de Curitiba a Morretes. Há vagões mais "luxuosos", mais confortáveis, que custam mais caro. Mas a escolha do vagão não afeta a experiência.

O que afeta a experiência na hora de ver as principais atrações é o lado do trem onde você está. Durante o trajeto de Curitiba a Morretes, o melhor é sentar do lado esquerdo do trem. Na volta para a capital paranaense, claro, a melhor opção é o lado direito.

O problema é que o sistema não permite a escolha dos assentos na hora da compra. Portanto, caso você não goste do assento que lhe foi sorteado, tente migrar para o lado oposto assim que o embarque encerrar, se encontrar assentos disponíveis. A chance de conseguir mudar de lugar é maior em datas menos concorridas, como na baixa temporada e durante a semana.

Qual é a distância de Curitiba a Morretes?

Morretes fica a cerca de 70 quilômetros de Curitiba. De trem, o trajeto dura pouco mais de 4 horas. De ônibus, cerca de 1h30min.

É melhor ir ou voltar de trem de Morretes?

Depende do planejamento da viagem. Quem vai de trem tem melhor visibilidade dos atrativos no caminho devido à luz da manhã e chega em Morretes para almoçar. Quem volta de trem pode pegar o pôr do sol no trajeto, mas é possível que o dia já esteja escurecendo na parte final do passeio.

Como voltar de Morretes para Curitiba depois do passeio de trem?

Há quem faça o passeio de trem Curitiba - Morretes ida e volta, embora não seja tão recomendado porque o trajeto é longo, cansativo e praticamente igual ao da ida, sem novas atrações. A maioria dos turistas volta de Morretes para Curitiba de ônibus mesmo, que sai muito mais barato.

Quem vai de ônibus e volta de trem deve ir cedo, já que o único retorno diário de trem é às 15h. Quem vai de trem e volta para Curitiba de ônibus pode comprar a passagem para o fim da tarde. O ultimo ônibus para Curitiba sai à noite, mas vale saber que, a partir das 17h, com o retorno das excursões, Morretes adormece. Os restaurantes fecham, as barraquinhas de rua somem e realmente não há mais nada para fazer.

Se você for fazer apenas um bate e volta e não for dormir na cidade, o melhor é ir embora antes do sol, para não terminar o dia sozinho na lanchonete da rodoviária.

Há um passeio de trem Morretes - Antonina? Como funciona?

Não há um passeio de trem de Curitiba até Antonina, nem de Morretes até Antonina, somente de Curitiba a Morretes. Antonina é uma cidade histórica litorânea no Paraná, fundada em 1714. Ela fica a apenas 15 quilômetros de Morretes e pode ser acessada de carro, de táxi, de ônibus da Viação Graciosa ou de van, com excursões.

Dicas de Morretes

Morretes ainda preserva os casarões históricos e o clima de cidade pequena do interior, onde se escuta mais o som dos pássaros do que o das pessoas. Cercada de morros e cortada pelo rio Nhundiaquara, o melhor a se fazer em Morretes é caminhar pelo centrinho histórico, relaxar à beira da água e comer as comidinhas típicas.

A maioria dos visitantes vai até lá apenas para almoçar, tomar um sorvete e ir embora. A cidadezinha tem várias sorveterias, muitas delas artesanais, além de feirinhas de produtos típicos onde você pode comprar cachaças, licores e doces de produtores locais.

Se estiver calor, leve roupa de banho porque as águas claras e rasas do Nhundiaquara são bem convidativas para um mergulho. Fique atento à correnteza, que pode estar forte.

Quem dorme na cidade e tem mais tempo na região, ruma para o Santuário Nhundiaquara, um parque com 400 hectares de trilhas e cachoeiras que fica em Porto de Cima, distrito de Morretes. Outra ideia é conhecer Antonina, cidade histórica fundada em 1714 que fica no Litoral Norte, a 15 quilômetros de Morretes. O transporte entre as duas cidades também é operado pela Viação Graciosa.